O COMEÇO, O MEIO E O FIM DA VIDA DE CARMEN

O COMEÇO, O MEIO E O FIM DA VIDA DE CARMEN

O COMEÇO, O MEIO E O FIM DA VIDA DE CARMEN

  • Autor(es)Angeliny Mazarello
  • Título: O COMEÇO, O MEIO E O FIM DA VIDA DE CARMEN
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$30,00

A maior estrela em ascensão da década de 90, jovem, bonita e talentosa Carmen, tinha o mundo em suas mãos, porém, o peso descomunal da fama e os abutres midiáticos fizeram-na o mártir das jovens estrelas problemáticas. Se você fosse Carmen, conseguiria resistir? Biografia inédita da atriz brasileira Carmen Judith Brandão, uma célebre e promissora jovem que nos deixou na metade da década de 90. Sua morte foi cercada de mistérios e sensacionalismos. Em sua última conversa no programa de TV, A Verdade Em Pauta do apresentador Roger Fonseca, Carmen nos esclarece verdades obscuras de sua vida, sua infância e adolescência conturbada, o inicio da carreira de modelo e sua ascensão como atriz.

Carmen foi descrita como “uma caixinha de surpresas e mentalmente rude”, um prato cheio para a mídia daquela época. Quando lemos sua história, sentimos como se estivéssemos no túnel do tempo, pois ela amava e fazia parte da cultura pop da década de 80 e 90. Ela flerta várias vezes com o cinema, o grande sonho de sua vida, apesar de ser atriz, nunca fez parte de uma produção cinematográfica, e não teve tempo para tal.

Amava o trash e o grotesco, era fã doente do one hit wonder Baltimora e espalhava sua música numa rádio local onde trabalhava nas horas vagas. No auge de sua carreira, além do sucesso, fama e dinheiro, tinha casos esporádicos com vários homens que ela fazia questão de denomina-los de “amantes”.

Esta biografia é uma porta aberta e um convite para conhecer a vida, os sentimentos e os desejos da jovem atriz e modelo, cuja vida foi usurpada em tão tenra idade.

Parametros Livraria
ISBN 978-85-411-1661-9
Acabamento Brochura
Edição
Ano 2019
Páginas 192
Altura 21
Largura 14
Peso 270 grs
Idioma Português
Cidade Manaus
Estado AM

Escreva um comentário

Nota: HTML não suportado.
    Ruim           Bom

Etiquetas: Ficção